quinta-feira, 2 de março de 2017

O Carnaval Carioca terminou com muita folia, acidentes e lixo


A grandiosidade do Carnaval carioca atrai milhares de foliões de várias partes do Brasil e do mundo que geram grandes impactos positivos para a economia  turística do Rio, mas também geram impactos negativos como a falta de segurança e prevenção de acidentes com os carros alegóricos na Marquês de Sapucaí, além da produção exagerada de lixo que aumenta cada vez mais trazendo grandes transtornos para a Cidade Maravilhosa.  Segundo informações no site da Prefeitura do Rio, a Companhia de Limpeza Pública - Comlurb  mobilizou 665 garis  e 120 equipamentos por operação divididos em três turnos, para garantir a manutenção do Sambódromo, todo o entorno e o Terreirão do Samba. Uma novidade da Companhia nesse carnaval foram as mini varredeiras pilotadas por 20 garis mulheres.



 A logística de limpeza do Carnaval de Rua foi baseada no Protocolo de Blocos que definiu o quantitativo de mão de obra, contêineres, equipamentos e veículos de acordo com o tamanho do bloco, garantindo maior eficiência e agilidade aos serviços. A previsão para o sistema de limpeza foi de 1.100 garis por dia; 5.000 contêineres, 90 sopradores, 20 vaporizadores, além de 50 veículos entre caminhões compactadores, caminhões-pipas, kombis lava a jato, caminhões basculantes, mini varredeiras, varredeiras mecânicas e mini basculantes. Com toda essa estrutura foram recolhidas mais de 79 toneladas de lixo no Sambódromo e nas ruas, entre os dias 24 e 25/02/17. Saiba mais em g1.globo.com/rio-de-janeiro/carnaval/2017


Enquanto muitos blocos deixaram toneladas de lixo pelas ruas onde passaram, o carnaval do Rio também mostrou bons exemplos de cidadãos comprometidos com a consciência ambiental.



O Bloco Vagalume o Verde no Jardim Botânico foi um exemplo de comprometimento com a preservação ambiental, pois os organizadores estão sempre buscando soluções para minimizar os impactos ambientais durante o carnaval. Segundo um dos fundadores do Vagalume, esse ano uma equipe de reciclagem acompanhou com exclusividade o bloco para coletar todos os resíduos, além de uma ação para o plantio de 500 mudas de plantas nativas da Mata Atlântica. Saiba mais em  extra.globo.com/noticias/carnaval


Os impactos negativos com a produção de lixo no Carnaval Carioca poderiam ser bem menores se os organizadores do evento tivessem mais comprometimento com a conscientização ambiental. 

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Projeto AJO Ambiental e o Empreendedorismo Feminino

Fechamos o ano participando do Evento Bazar e etc. no dia 10/12/16, uma iniciativa da Empresa Chic Unha e Podologia promovendo conceitos sustentáveis e o empoderamento do empreendedorismo feminino. O Evento contou com outras parcerias, lindos produtos de artesãs com foco no reaproveitar, limpeza de pele e maquiagem gratuita com representante da Mary Kay, desapego de roupas, sapatos, acessórios, etc.


Importantes palestras com foco no empreendedorismo feminino foram realizadas durante o evento.
- Mudança de hábitos com ênfase nos 3R’s (reduzir, reutilizar e reciclar) em prol da sustentabilidade com o Projeto AJO Ambiental;
- Falando de Empreendedorismo Feminino com Vila Real Comunicação Integrada; 
- Moda Sustentável com Júlia Gravano. 


Pela primeira vez o Projeto AJO Ambiental apostou em produtos caseiros (mini cocada de casca de melancia; geleia de casca de maracujá e semente com um toque de canela; tirinhas cristalizadas de casca de laranja e com um toque de chocolate; bolo de banana com casca, aveia, ameixa e passas; bolo de casca e semente de maracujá com um toque de chocolate). Os produtos foram muito bem aceitos pelo público e fizeram sucesso.


As guloseimas são receitas que vem sendo testadas e degustadas em eventos do Projeto AJO Ambiental desde 2012. O nosso objetivo é mostrar que podemos reduzir o lixo valorizando as cascas de frutas que tem vitaminas e nutrientes, mas na nossa cultura acabam no lixo contribuindo para o aumento do lixo orgânico.

Agradecemos a Empresa Chic Unha e Podologia pela parceira e desejamos a todos um Feliz Natal e muitas realizações sustentáveis em 2017!

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

9 Anos do Projeto AJO Ambiental no Condomínio Joaquim Távora


Buscar alternativas para minimizar (reduzir ao mínimo) a produção de lixo (resíduos sólidos urbano) que aumenta cada vez mais nas grandes cidades brasileiras é possível com a promoção da Conscientização e da Educação Ambiental. Os resultados do Projeto AJO Ambiental no Condomínio Joaquim Távora são relevantes (apesar do Condomínio   ter apenas 12 unidades) e comprovam que é  possível reduzir o lixo fazendo a gestão adequada dos resíduos com ênfase nos 3R’s (reduzir, reutilizar e reciclar) envolvendo toda a comunidade.



Com a implantação da Coleta Seletiva e a promoção da conscientização e da Educação Ambiental, com ênfase nos 3R’s (Reduzir, Reutilizar e Reciclar), tendo como base: reduzir a produção de lixo, reutilizar sempre que possível os materiais e reciclar o que não pode ser reduzido nem reutilizado, o Condomínio passou a ter uma redução no volume de lixo de aproximadamente 40% (resíduos recicláveis) e com o passar do tempo essa redução foi ficando mais significativa, pois os moradores passaram a conhecer melhor os resíduos e separá-los com mais critérios.

Os gráficos abaixo representam a evolução da Coleta Seletiva no 1º ano, no 4º ano e no 9º ano da implantação do projeto.

RESÍDUOS SEPARADOS E COMERCIALIZADOS NO 1º ANO DO PROJETO



RESÍDUOS SEPARADOS E COMERCIALIZADOS NO 4º ANO DO PROJETO



 RESÍDUOS SEPARADOS E COMERCIALIZADOS NO 9º ANO DO PROJETO


Apesar da experiência de 9 anos do Projeto AJO Ambiental no Condomínio Joaquim Távora, o monitoramento ainda é constante e necessário, pois durante toda essa caminhada houve muitas mudanças com a saída e a entrada de novas famílias. Cada vez que um novo morador chega ao Condomínio é preciso trabalhar o passo a passo para que ele entenda como o projeto funciona e a necessidade de mudança de hábitos de sua família. O comprometimento de cada membro da família é fundamental para a manutenção e continuidade do projeto.

Podemos dizer que apesar de todos os esforços, nem sempre conseguimos fazer com que todos colaborem e cada um faça a sua parte, mas o importante é que a maioria dos moradores abraçaram o projeto e os resultados demonstram esse comprometimento de cada um que também multiplica, fora do Condomínio Joaquim Távora, as ações do Projeto AJO Ambiental e contribuem para minimizar os impactos ambientais causados pela produção desenfreada de lixo (resíduo sólido) e o combate ao desperdício dos recursos naturais (água e  energia), tão importante e necessário para possibilitar o amanhã das próximas gerações.

Agradeço de coração a todos os amigos, voluntários e parceiros que estiveram ao meu lado durante esses 09 anos de caminhada, muito obrigada a todos, em especial, aos moradores do Condomínio Joaquim Távora.


sábado, 8 de outubro de 2016

Feira Cultural - Escola em Ação


Foi uma satisfação participar da Feira Cultural 2016 da Escola Livre Expressão, no dia 01/10/16, como convidada. O Evento Cultural com o tema “Legado Olímpico e Sustentabilidade” foi aberto a toda comunidade no entorno da escola e proporcionou muita alegria aos alunos do Maternal ao Ensino Fundamental. Durante o evento foi possível perceber a empolgação dos professores que confessaram a importância de trabalhar com seus alunos o legado das Olimpíadas Rio 2016. Os estandes montados pelos professores com os trabalhos realizados em sala com seus alunos demonstraram o comprometimento com o tema olímpico. A direção da Livre Expressão e toda a sua equipe estão de parabéns pelo sucesso do evento. 


O evento também contou com importantes parcerias como a participação do Instituto Estadual do Ambiente – Inea e do Programa de Reaproveitamento de Óleo Vegetal – Prove que distribuíram brindes e panfletos, conscientizando a comunidade sobre o consumo consciente de água e a separação do óleo de fritura para uma destinação correta. Outra parceria que fez a diferença foi o grupo de teatro amador Porta Aberta, formado por sete garis da Companhia Municipal de Limpeza Urbana – Comlurb, com a peça “Sujogro no Reino da Limpezolândia” que promoveu a importância de manter a  escola  limpa, sensibilizando a comunidade e os alunos sobre os cuidados com o lixo.  




Durante o evento foi aberto um espaço para apresentação do Projeto AJO Ambiental que mostrou a comunidade que é possível fazer a diferença no nosso dia a dia usando os 3R’s (reduzir, reutilizar e reciclar), agindo de forma consciente na hora de comprar e na hora de descartar os resíduos, além da importância de combater o desperdício dos recursos naturais, principalmente água e energia.




Foi um grande desafio palestrar em um espaço aberto, uma experiência muito diferente dos ambientes fechados, mas de certa forma muito gratificante!

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Revitalização do Centro do Rio de Janeiro



O Centro do Rio de Janeiro está de cara nova, mas as obras ainda não estão 100% concluídas. É possível observar  um grande aparato de segurança e de manutenção.  O trânsito ainda está confuso e o comércio na Avenida Rio Branco bem diferente do agito do Centro antes da revitalização.

VLT Avenida Rio Branco

Boulevard Olímpico, um legado das Olimpíadas Rio 2016, hoje é o point mais popular da Cidade Maravilhosa com belas paisagens!  

Candelária

A beleza da orla vista do Boulevard Olímpico

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Que planeta queremos deixar para os nossos filhos?

A poluição nos mares, rios e lagoas, causada pelo lixo assusta e causa indignação.  Até onde vai a ganância do homem que ignora o clamor do planeta terra que já não suporta mais tanto descaso e agressão com a mãe natureza?

Embalagens e produtos que chegam as nossas casas todos os dias e que depois são descartados na natureza são de responsabilidade de todos, desde a sua fabricação até o destino final.  Infelizmente ainda não enxergamos essas responsabilidades e por ignorância acabamos contribuindo aceleradamente com a contaminação dos mares, rios e lagoas.

Em pleno Século 21 é inaceitável encontrar praias tomadas por resíduos, plásticos de todos os tipos, etc. Essa cena apareceu recente em praias de Hong Kong.


 A contaminação nos mares, rios e lagoas acontece em várias partes do mundo. A poluição na Baía de Guanabara, aqui no Rio de Janeiro, que irá receber a competição de vela nas Olimpíadas Rio 2016, também é absurda, apesar do Rio ter assumido compromisso com a despoluição da Baía.  Mesmo com todo esforço montado com eco barcos e eco barreiras para conter o lixo (todo tipo de resíduos, sofá, geladeira, fogão, etc.) não será suficiente devido ao grande movimento de lixo que chega a toda hora boiando, além de redes de esgoto, conforme mostrado no Fantástico (24/07/16) reportagem de André Trigueiro.

Para possibilitar o amanhã dos nossos filhos, netos, bisnetos, etc., é preciso uma grande mudança da humanidade onde cada ser humano possa agir de forma consciente e responsável formando uma grande corrente de novas atitudes e comprometimento com a sustentabilidade em defesa da mãe natureza.


sábado, 4 de junho de 2016

Dia Mundial do Meio Ambiente


 
Dia Mundial do Meio Ambiente, 05 de junho, criado pela ONU na Primeira Conferência Mundial sobre o Homem e o Meio Ambiente (Estocolmo1972).

Essa data nos remete a uma reflexão maior das nossas atitudes diante do meio ambiente. A sobrevivência da humanidade e a sustentabilidade do nosso planeta dependem das nossas ações.  É preciso uma consciência maior das nossas atitudes cotidianas para minimizar os impactos ambientais, combater o desperdício dos recursos naturais, em especial a água (recurso finito e essencial à vida), dizer não ao consumismo desenfreado, sendo consciente na hora de comprar e na hora de descartar os resíduos.

O lixo é um dos grandes problemas ambientais do mundo e a falta de conscientização e de Educação Ambiental do ser humano agrava cada vez mais esse problema, provocando a poluição dos rios, das lagoas, dos mares e comprometendo a própria vida humana.  

A Educação Ambiental possui um grande papel nesse processo de mudança de comportamento e atitudes diante do meio ambiente, de forma a possibilitar a melhoria da qualidade de vida, mas é preciso estar inserida na Educação Nacional de forma transversal e  interdisciplinar, conforme determina o Art.2º da Lei 9.795/99.
 

 
É preciso agir de forma consciente e responsável. O Projeto AJO Ambiental, com o apoio de seus parceiros vem fazendo a sua parte, promovendo Conscientização e Educação Ambiental há mais de 08 (oito) anos,  estimulando o uso dos recursos naturais de forma sustentável, incentivando o consumo consciente e responsável, o combate ao desperdício dos recursos naturais, a separação e a destinação correta dos resíduos sólidos (nosso lixo) para minimizar os impactos ambientais em prol da sustentabilidade do nosso planeta.

 

terça-feira, 17 de maio de 2016

Hoje é o dia Mundial da Reciclagem


Hoje é o dia Mundial da Reciclagem, 17 de maio. Para que possamos refletir sobre a importância de nossas atitudes cotidianas, produção de resíduos (lixo) e destinação correta, vamos relembrar uma matéria que faz parte do Livro do Projeto AJO Ambiental 7 anos sensibilizando e provocando mudança de hábitos em prol da sustentabilidade.
http://projetoajoambiental.blogspot.com.br/2013/10/acoes-sustentaveis-e-o-poder-da.html



Ações sustentáveis, são aquelas atitudes conscientes que praticamos no nosso dia a dia  sem comprometer a sustentabilidade do nosso planeta. Quando essas mudanças acontecem dentro da nossa casa, do nosso condomínio, na nossa rua, no nosso bairro, na empresa onde trabalhamos, etc., essas ações se tornam multiplicadoras e em cada ambiente por onde passamos vamos plantando novas sementes que vão possibilitar uma grande multiplicação.

Mas o que podemos fazer para que essa ações sustentáveis aconteçam e se multipliquem cada vez mais no meio ambiente onde vivemos?  O primeiro passo é o comprometimento de cada um nas suas ações cotidianas e o segundo passo é o envolvimento para que essas ações se multipliquem.

Se você é consciente na hora de comprar e não desperdiça os recursos naturais (água e energia) nem os alimentos, evitando jogar comida no lixo e separando os resíduos recicláveis para uma destinação correta, você já está praticando ações sustentáveis e contribuindo para a sustentabilidade do nosso planeta.